Artista convidada: Monika Duarte Streitová

Estudou flauta no Conservatório de Janácek em Ostrava, República Checa, apesar de ter iniciado os seus estudos musicais com a sua mãe.

Graduou-se com a classificação máxima na Universidade de Bratislava (Eslováquia) no Departamento de Música e Artes Dramáticas, onde se especializou em flauta transversal. Nesta universidade realizou os seus estudos de doutoramento em Interpretação de Música Contemporânea sob a orientação de M. Jurkovic.

Presentemente realiza investigação científica de pós-doutoramento na Universidade de Aveiro e faz parte de uma unidade de investigação do Instituto de Etnomusicologia da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

Mantém, desde o início dos seus estudos universitários, contacto permanente com compositores contemporâneos. As obras destes compositores foram apresentadas nos festivais mais importantes de música contemporânea.

O seu reportório inclui mais de cem estreias mundiais. Destas, trinta e cinco foram realizadas em Portugal. Trabalhou, com as estações BBC, ORF2 Viena e BRB Berlim. Colabora regularmente com os órgãos de comunicação social (televisão e rádio) da República Checa, República Eslováquia e Portugal. Gravou 5 CD a solo e 15 CD com vários grupos musicais.

O seu CD “Luminiscence”, a solo, recebeu a mais elevada menção por parte da crítica da Rádio 2 da República Checa.

“Dual”, o CD com cinco obras em estreia mundial, gravado com a pianista Sofia Lourenço e editado em Março 2008 foi apresentado na Casa da Música no Porto.

Tem-se apresentado, quer em projectos a solo, quer em diversas formações, em vários países, destacando-se a Alemanha, Áustria, Brasil, Espanha, França, Holanda, Hungria, Inglaterra, Japão, Polónia, Portugal, República Checa, República Eslováquia e Suíça.

Faz parte do grupo Sond’Ar-te Electric Ensemble , constituído por Miso Music Portugal e do grupo Machina Lírica Ensemble que se estreou no Festival Internacional Musica Viva (Lisboa).

A propósito do seu trabalho a revista Ípsilon do jornal o Publico de 27/09/2010 dizia o seguinte: “Destaquem-se ainda os espectaculares intérpretes Monika Streitová (flauta) e Pedro Rodrigues (guitarra), que mostraram que a música contemporânea tem hoje em Portugal soberbos intérpretes à disposição.” (Pedro Boléo, musicólogo e crítico de música; Jornal Público).

“Monika Streitová e Pedro Rodrigues, tanto enquanto Ensemble como individualmente, mostraram qualidades extraordinárias de interpretação, nomeadamente uma enorme segurança, sensibilidade, garra e capacidade de adaptação a textos musicais de qualidades distintas e diversas. Um extraordinário concerto, não só pela qualidade das peças apresentadas, mas também porque é um privilégio poder assistir a performances com a qualidade – de excelência em qualquer parte do mundo – de Pedro Rodrigues e Monika Streitová.” (Tiago Cabrita, compositor e crítico musical; Espaço Crítica para a Nova Música)

Programa

Carl Philipp Emanuel Bach: Poco Adagio de Sonata para flauta solo Wq. 132 (H562)
Petra Bachratá: Luminiscence (flauta solo)

Ligações

www2.fcsh.unl.pt/inet/researchers/mstreitova/page.html
www.pedrorodriguesguitar.com/machina_lirica.htm
www.mic.pt/dispatcher?where=1&what=2&show=0&interprete_id=292&lang=PT